Not�cias

Exportações aumentam e indústria calçadista volta a contratar

01/12/2018

As indústrias de calçados registraram geração líquida de postos de trabalho pelo segundo mês consecutivo em outubro. No mês, foram criadas 1.603 vagas. Em setembro foram 681. O crescimento se deu após as indústrias calçadistas apresentarem cinco meses consecutivos de fechamentos de vagas no país.

Para a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), esse movimento está relacionado à melhoria das exportações do setor e à perspectiva de melhoria nas vendas de  fim de ano.

No acumulado de janeiro a outubro, o setor calçadista apresentou uma geração líquida de 11.389 postos de trabalho. O número ainda é menor do que o registrado no mesmo período do ano passado, de 13.046 vagas.

"Houve um aquecimento das exportações e uma pequena melhora na demanda doméstica a partir de outubro, por causa da proximidade do Natal. Onde mais cresceu o emprego foi em Estados onde há também grandes fabricantes exportadores", observou Heitor Klein, presidente da Abicalçados.

Os Estados que apresentaram maior geração de empregos no ano foram o Ceará, com aumento de 4.853 postos de trabalho, e Minas Gerais, com 3441. São Paulo, que concentra os fabricantes de calçados infantis, apresentou geração de 1.427 vagas. O Rio Grande do Sul, que também concentra boa parte dos exportadores de calçados em couro, gerou 419 postos de trabalho.

Fonte: www.valor.com.br